Se quer conhecer a fundo a cultura de um lugar, mergulhe nos hábitos alimentares da população! E um dos melhores lugares para esse mergulho nas raízes culturais de um povo é visitando seus mercados. Frutas, temperos, carnes, queijos, doces,…, em cada barraquinha um produto diferente e tradicional. Um agitado movimento do cotidiano da cidade e do país em um espaço onde se prova e se negocia de tudo! Além de contar com bares, restaurantes e prédios históricos maravilhosos. 

1) Mercat de La Boqueria – Barcelona, Espanha
Se quer saber onde chefs estrelados compram seus ingredientes, este é um desses lugares! Um dos mercados mais famosos da Europa, o Mercat de La Boqueria é passagem obrigatória aos food lovers. São mais de 30 mil itens de comida à venda, assim como especialidades locais e itens incomuns, como ovos de avestruz. Mas o melhor, você pode fazer todas as refeições por lá mesmo, em um dos vários quiosques que preparam comidas deliciosas (enquanto você assiste) e com bons preços.

foto: Flickr

2) Mercado Central – Santiago, Chile
Um dos principais pontos turísticos de Santiago merece ser visitado com um olhar diferente do de turista. O mercado que ocupa um prédio histórico de 1872 com estruturas de ferro tem uma variedade incrível de frutos do mar. O Chile tem uma costa litorânea extensa no Pacífico e pode te surpreender com uma variedade de frutos do mar que provavelmente você nunca tenha visto. A famosa centolla, o caranguejo enorme, é uma das estrelas da culinária chilena, mas fuja dos restaurantes turísticos do Mercado Central que cobram preços altos não justificáveis.

3) Mercado Tsukiji – Tóquio, Japão
Na zona portuária de Tóquio está o mais famoso mercado de peixes do país, que começa a funcionar bem cedo em um frenesi dos compradores. Todas as manhãs, o melhor atum do mundo é leiloado em uma disputa entre revendedores e os melhores restaurantes da cidade. Além do atum, e de 450 tipos de frutos do mar, todos os ingredientes do sushi são vendidos ali. Deveria ser proibido ir lá e não comer sushi, então aproveite os restaurantes em volta do Tsukiji em qualquer hora do dia!

 

4) Mercado San Antón – Madri, Espanha
Esqueça o conceito de mercado tradicional no San Antón. Localizado em um bairro moderninho de Madri, o principal lá não é a venda de mercadoria. O foco são restaurantes charmosos que preparam delícias a preços excelentes! Claro que você pode comprar produtos, mas além disso, você compra e ainda pode ter seus ingrediente preparados lá na hora. O Mercado San Antón atrai quem vai para comer e quem procura por um agito no fim do dia também. O rooftop é perfeito para um drink ao entardecer.




5) Ferry Building Marketplace e Farmers Market – San Francisco, EUA
O Ferry Building é um prédio secular que faz parte da história de San Francisco, pois era de onde saiam e chegavam os ferries. Com o passar dos anos, o prédio mudou sua função, até chegar no paraíso da comida que é hoje. Restaurantes e barraquinhas de comida dividem espaço nesse mercado imperdível. Três vezes por semana, de 3a, 5a e sábado, acontece o Farmers Market do lado de fora do prédio, uma feira de produtores locais vendendo produtos fresquíssimos!

foto: Flickr

6) Borough Market – Londres, Inglaterra
Com mais de 250 anos, o Borough Market é o mercado mais antigo de Londres! Aliás, é mais antigo do que isso, pois desde o século XIII funcionava nas margens do Tâmisa. Está cheio todos os dias, mas é de quinta a sábado que é aberto ao público em busca de produtos finos vindos não só do Reino Unido. Ali você encontra desde os melhores queijos ingleses a hambúrguer de avestruz. Em dias de tempo bom, faça as compras no mercado e siga para um piquenique nos jardins da Catedral Southwark.

 

foto: Travel + Leisure

7) Nuovo Mercato di Testaccio – Roma, Itália
Este mercado é histórico na cidade, mas há poucos anos mudou-se para um prédio novo. Não faz parte do roteiro turístico de Roma, um fator excelente para ter uma experiência autêntica no local compartilhado com romanos, que vão mesmo para fazer compras e comer. É possível encontrar praticamente de tudo da Itália, produtos frescos, vinhos e comidas deliciosas, mangiare tutti! Mesmo que você não faça as fotos mais incríveis, a experiência gastronômica compensará.

 

foto: Carlo Pane (Flikr)

8) Grand Bazaar – Istambul, Turquia
Um ícone de Istambul, o Grand Bazar está entre os mercados mais antigos do mundo! Especiarias, frutas secas, tapetes, luminárias, todos os produtos típicos e mais um pouco, espalhados por corredores agitados com vendedores esperando sua melhor negociação. Aliás, compras na Turquia são praticamente um esporte, uma ofensa ao vendedor se você não pechinchar pelo produto. Portanto, prepare o paladar para sabores maravilhosos, mas também a língua para gastar um bom tempo negociando o preço. Faz parte da diversão!

 

9) Mercado Central – Florença, Itália
Onde encontrar as maravilhas da Toscana em um único lugar? No Mercado Central de Florença! Com um novo pavimento recém inaugurado, mistura o tradicional no primeiro andar com lojas contemporâneas no segundo. Um mercado lindo e bem organizado. Mais do que um lugar para comprar e comer, tem um conceito de imersão gastronômica, com cursos, livros e eventos. Wine lovers, não deixem de ir na loja dedicada exclusivamente aos vinhos Chianti.

foto: Nina Neves (Flickr)

10) Mercado Municipal (Mercadão) – São Paulo, Brasil
Tem como se sentir mais paulistano do que comendo um sanduíche de mortadela no Mercadão? Pois é, o Mercado Municipal de São Paulo é a alma da cidade. Produtos frescos de todo o Brasil e de várias partes do mundo preenchem as barraquinhas do belíssimo prédio histórico inaugurado em 1933 e com vitrais que são obras de arte. Outra iguaria imperdível encontrada lá é o pastel de bacalhau. Um clássico!