A alimentação orgânica é mais do que uma moda, é a preocupação com a qualidade e a procedência do alimento, do processo sustentável da produção. De comida orgânica são chamadas as frutas, verduras e hortaliças cultivadas sem agrotóxicos, assim como carnes e ovos sem o uso de hormônios e antibióticos, tudo da maneira mais natural e “orgânica”. Uma tendência que se espalha com a onda de cuidado com a saúde e preocupação mais intensa com o meio ambiente, está presente no conceito de hotéis maravilhosos!

Babylonstoren (Simondium, África do Sul)
No coração da região vinícola da África do Sul, entre Paarl e Stellenbosch e a menos de 60 quilômetros da Cape Town está o Babylonstoren. Este Farm Hotel é o verdadeiro paraíso dos adeptos da alimentação saudável, orgânica e sustável. Seu nome, inspirado nos Jardins Suspensos da Babilônia, faz jus à referência: o jardim com mais de 300 produtos distintos é a alma do hotel. Das hortas robustas saem as frutas, hortaliças e vegetais que vão direto para a cozinha dos dois restaurantes Farm-to-Fork do hotel. Tudo super fresco e natural. De quebra, além de visitar o jardim, os hóspedes ainda podem ser voluntários e trabalhar junto com os gardners na manutenção dos deliciosos produtos que crescem ali.


Sol y Luna (Urubamba, Peru)
Cravado no Valle Sagrado dos Incas, na região de Urubamba, o hotel Relais & Chateaux Sol y Luna já nasceu com um conceito sustentável em todas as suas práticas e não só na comida. A utilização de produtos orgânicos não é só uma bandeira, já que a relação com tradicionais agricultores andinos é muito próxima. Eles cultivam suas produções de forma naturalmente orgânica e com técnicas que pouco mudaram desde o Império Inca.


Six Senses Vale do Douro* (Lamego, Portugal)
O primeiro hotel Six Senses da Europa fica em uma quinta do século XIX na preciosa região vinícola de Portugal, o Vale do Douro. Entre montanhas, as vistas são incríveis para as vinhas e o rio. Esse ambiente entre a natureza portuguesa traz também para a quinta a produção dos ingredientes da cozinha em sua horta orgânica.

Hacienda Vira Vira Pucon (Pucón, Chile)
Um hotel Relais & Chateaux já é sinônimo de gastronomia de excelência. O Hacienda Vira Vira Pucón preza pela sua gastronomia desde o início do processo, uma fazenda em no parque nacional às margens do rio Liucura entre os vulcões chilenos, tem produção própria dos seus ingredientes. De verduras, legumes, grãos, frutas, carnes, queijos e leites, a produção da fazenda é totalmente reservada aos hóspedes.

La Granja Ibiza (Ibiza, Espanha)
O La Granja não nasceu para ser apenas um hotel, é uma experiência rural completa em Ibiza. Longe das praias badaladas, a imersão na fazenda de 10 hectares é um retiro, projeto da Design Hotels. O projeto envolve mais do que o hotel de dez quartos, há workshops sobre agricultura e slow-food, yoga e rituais de imersão. A produção agrícola é baseada na biodinâmica, a qual a colheita é feita seguindo os ciclos da lua e processos naturais que garantem a saúde da plantação, e uma rede de sustentabilidade entre os produtores da ilha.

Pata Lodge (Patagônia, Chile)
Em meio às paisagens deslumbrantes da Patagônia chilena, o Pata Lodge é o isolamento em meio a natureza intocada com suas 6 cabanas rústicas, porém luxuosas, construídas com a preocupação de causar o mínimo impacto possível ao meio ambiente. Em meio a uma propriedade de 102 hectares, entre mata nativa e praia na beira do rio, o Pata Farm é um projeto de sustentabilidade que gera energia e produtos para o Pata Lodge. Na própria propriedade os alimentos orgânicos são plantados, assim como a produção própria de mel e criação de animais.